ACHADOS HISTOPATOLÓGICOS EM MORTE DE UMA CRIANÇA SUSPEITA DE ERRO MÉDICO

Anderson da Silva Costa (1)

Luis Gustavo Ferreira Cortes (2)

Renato Evando Moreira Filho (3)

Ana Leopoldina Nogueira Rocha (4)

 Manuela Chaves Loureiro Cândido (5)

 Victor Hugo Medeiros Alencar  (6)

 Ricardo Antônio Macêdo Lima (7)

Rafael Izidoro do Espírito Santo (8)

(1) Médico Perito Legista PEFOCE

(2) Médico Patologista

(3) Médico Perito Legista PEFOCE

(4) Médico Perito Legista PEFOCE

(5) Perita Criminal PEFOCE

(6) Médico Perito Legista PEFOCE

(7) Perito Criminal PEFOCE

(8)Médico Perito Legista PEFOCE

Introdução

Pericianda é um criança de 4 anos do sexo masculino, veio a óbito após internamento e a família alega erro médico. Esse caso visa determinar os achados anatomopatológicos presentes em uma morte inicialmente suspeita, médicos alegavam quadro séptico com ascite, derrame pleural, placa de fibrose em alças intestinais e pulmões. Metodologia: no exame anatomopatológico são realizados os exames macroscópicos em cortes de fatias de tamanhos em cm ou mm e observados à lupa e após isso fabricados lâminas histológicas para observação microscópicas. Nesse caso, foi recebido material em recipiente contendo solução fixadora, formol a 10%. Recebido material em 5 frascos contendo solução fixadora identificados como ” rim”, ” fígado”, ” cérebro”, ” coração” e ”pulmões. Macroscopia: Rim- Consta de rim, pesando 22 gramas e medindo 5,5 x 3,0 x 2,5 cm, sem particularidades aos cortes; B: Fígado – Consta de fragmento de fígado medindo 4,0 x 3,5 x 2,0 cm , sem particularidades aos cortes; C: Cérebro – Consta de 2 fragmentos de cérebro medindo 4,5 x 3,0 x 2,5 e 3,0 x 2,0 x 1,5  cm, sem particularidades aos cortes; D: Coração – Consta de coração pesando 22 gramas e medindo 5,0 x 4,0 x 3,5 cm, sem particularidades aos cortes; E: Pulmões- Consta de pulmão direito pesando 52 gramas e pulmão esquerdo pesando 32 gramas. Ambos apresentam-se armados, de aspecto hepatizado e pouco aerado; Cap. 1 – rim,  fígado (5F); cap. 2 – Cérebro (2F); cap. 3 – coração (1F); cap. 4 – pulmão direito (2F); cap. 5 – pulmão esquerdo (3F). Total : 5 cápsulas C/R. Microscopia: cortes histológicos exibindo fígado e rim parcialmente autolisados. O coração apresenta aspecto habitual. Os pulmões contêm, bilateralmente e difusamente em álveolos, abundante exsudato sero- hemorrágico, infiltrado netrofílico intenso, além de muitos histiócitos, leve infiltrado leucocitário misto e material hialino em área. Resultados: hemorragia pulmonar com  sinais de dano alveolar difuso associado, com sinais de neutrofilia, com exsudado associado, coração sem particularidades histológicas, fígado e rim parcialmente autolisados. Conclusão: morte causado muito provavelmente por sepse pulmonar, afastando hipótese de erro médico.


Referências bibliográficas

  1. Elder, ; Elenitsas R; Johnson, B.; -Histopatologia, ed Manole, 2011
  2. Brasileiro Filho, Geraldo; Bogliolo, patologia – 9ed- Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2016.
  3. França, Genival Veloso de; Medicina Legal – 10 ed – Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015
  4. Protocolo Operacional Padrão do Serviço de Patologia Forense – PEFOCE – 2017