Resumos

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA SEXUAL ATENDIDAS EM IML DE UMA REGIÃO METROPOLITANA BRASILEIRA DE 2017 A 2020

Os autores informam que não há conflito de interesse.

José Miguel Francisco de Souza (1)

Izabella Carvalho de Oliveira (2)

Bruno Pires Amorim (3)

Júlio César Eugênio Pereira Freire (1)

Reginaldo Inojosa Carneiro Campello (1)

Adriana Conrado de Almeida (1)

Luiz Gutenberg Toledo de Miranda Coelho Junior (1)

(1) Universidade Estadual de Pernambuco, Mestrado em Perícias Forenses, Camaragibe – PE/Brasil;

(2) Faculdade de Medicina, Universidade de Pernambuco, Recife – PE/Brasil;

(3) Faculdade de Medicina, Universidade Maurício de Nassau, Recife – PE/Brasil

INTRODUÇÃO / FUNDAMENTOS: Violência sexual é toda ação, na qual um indivíduo em situação de poder obriga outro a realizar prática sexual contra a vontade. Sob aspecto jurídico, a manifestação mais grave de violência sexual é o estupro que requer realização de exames periciais sexológicos. O Instituto de Medicina Legal Antônio Persivo Cunha (IMLAPC) situado em Recife, Pernambuco, Brasil, destina-se à realização de exames periciais sexológicos.

OBJETIVOS: O objetivo do trabalho foi traçar o perfil epidemiológico das vítimas de violência sexual atendidas no IMLAPC de 2017 a 2020, tendo como base os dados do Sistema de Gestão de Laudos (GDL) das Perícias Médico Legais do Estado de Pernambuco.

MÉTODOS: Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade de Pernambuco CAAE: 44705121.0.0000.5207. Tratou-se periciais sexológicos do Sistema de GDL do IMLAPC.

RESULTADOS: A tabela 1 contém as frequências absolutas e relativas das variáveis em análise, onde o total da amostra é de 3.749.

CONCLUSÕES/CONSIDERAÇÕES FINAIS: O presente estudo concluiu que as vítimas de violência sexual submetidas ao exame sexológico realizado por médico legista na Região Metropolitana do Recife de 2017 a 2020 em sua maioria são mulheres que têm como perpetrador algum familiar ou um conhecido do gênero masculino. A cidade com mais casos em número absoluto foi Recife e quando se tomou como proporcional à população, Cabo de Santo Agostinho assume a liderança.


Referências bibliográficas