Ivan dieb miziara
Editorial

Carta do Presidente


Caros colegas, A nossa revista Perspectivas, canal de divulgação científica da ABMLPM,  em sua 12ª […]

Leia mais
Editorial

Carta do editor


Perspectivas chega a 12ª edição. Desde o seu lançamento, a Revista cumpre seus objetivos, ou […]

Leia mais
Artigo Original

INTERPRETAÇÃO DOS ACHADOS MÉDICOS EM CASOS SUSPEITOS DE ABUSO SEXUAL DE MENORES DE 18 ANOS: ANÁLISE DE 13.870 LAUDOS


Este estudo teve por objetivo mostrar os resultados de exames sexológicos quanto à confirmação de violência sexual de crianças e adolescentes, tomando como base os laudos médico-legais realizados nos Institutos Médicos Legais do Estado de São Paulo no ano de 2017.

Leia mais
Artigo Original

ANÁLISE DAS PERÍCIAS DE SEXOLOGIA CRIMINAL EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO I.M.L. ESTÁCIO DE LIMA – MACEIÓ/AL EM 2016


Esta pesquisa analisou os laudos dos exames periciais de sexologia criminal realizados em crianças e adolescentes (de 0 a 18 anos incompletos), no Instituto Médico-Legal (IML) Estácio de Lima, durante todo o ano de 2016. O método utilizado foi o estudo epidemiológico, observacional, descritivo, retrospectivo e analítico.

Leia mais
Artigo de Revisão

VIOLÊNCIA PSICOEMOCIONAL CONTRA CRIANÇA E ADOLESCENTE: MAUS-TRATOS INVISÍVEIS


A violência contra crianças e adolescentes é um problema de saúde pública sem limites geográficos ou econômicos, e vem se tornando cada vez mais frequente em todo o planeta. O tipo de violência psicoemocional é considerado a forma mais frequente, mas nem sempre é identificado, muitas vezes aceito culturalmente. Este estudo teve como objetivo mostrar os principais aspectos relacionados a essa natureza da violência e suas consequências.

Leia mais
Artigo Original

NOTIFICAÇÃO DE TENTATIVA DE SUICÍDIO POR INTOXICAÇÃO EXÓGENA ENTRE ADOLESCENTE RESIDENTES NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO


Este artigo discute tentativas de suicídio entre adolescentes (10 a 19 anos) residentes no município de São Paulo, de janeiro a dezembro de 2014. Além dos fatores de risco ao suicídio na juventude, também são expostas características epidemiológicas do grupo analisado e o perfil das notificações.

Leia mais