Resumos

PERÍCIA CRIMINAL: ACHADOS OCULARES EM CRIANÇAS VÍTIMAS DE ABUSO

Fabiana Iglesias de Carvalho (1)

Eduardo Costa Sa (1)

(1) Universidade de São Paulo

INTRODUÇÃO: O abuso infantil pode causar lesões em qualquer parte do olho. A autópsia ocular revela descobertas não identificadas previamente no exame clínico devido a várias razões. Às vezes, o exame inicial não é conduzido por um oftalmologista e, em outras situações, a visualização da retina periférica é limitada devido à falta de dilatação pupilar. Isso é comum em crianças em coma, onde a resposta pupilar é usada para avaliar a pressão intracraniana. Outras razões incluem obstruções visuais, como hemorragia vítrea, que podem prejudicar a visão, bem como casos em que crianças morrem consideravelmente após um incidente de abuso. (1)

MATERIAL E MÉTODO: Estudo caracterizado por revisão narrativa, cujo método é descritivo-discursivo. Para subsidiar a pesquisa foram levantadas as produções científicas disponíveis nas principais bases de dados de livre acesso.

DISCUSSÃO: bebês ou crianças com estrabismo adquirido devido à pressão intracraniana elevada resultante de trauma ou uma criança com hifema devido a uma lesão ocular infligida.(2).Hemorragias retinianas são uma manifestação fundamental de traumatismo craniano abusivo caracterizado por aceleração-desaceleração repetida com ou sem impacto contundente da cabeça (síndrome do bebê sacudido) ocorrendo em aproximadamente 85% das vítimas.(3,4) O exame pós-morte do olho e das estruturas orbitais é essencial para reconhecer traumatismo craniano abusivo e também para identificar outras possíveis condições médicas que podem causar hemorragia retiniana. (5) A análise histopatológica da bainha do nervo óptico e das hemorragias intraoculares pode ser útil na distinção entre causas traumáticas e não traumáticas de morte em lactentes. A hemorragia da bainha do nervo óptico, mais proeminente no espaço subdural, esteve presente em todos os 13 lactentes com lesão intracraniana não acidental. (6)

CONCLUSÃO: Trauma direto ou indireto no olho pode ser causado por abuso físico infantil. Perícia em Oftalmologia é uma área altamente especializada que envolve a investigação minuciosa e detalhada das condições oftalmológicas com fins legais e forenses.


Referências bibliográficas